Menu

Rádio

MirandenseBrasil






Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.


    Milton Ribeiro aceita convite para assumir Ministério da Educação.

    10 JUL 2020
    10 de Julho de 2020
    O advogado e membro da Comissão de Ética Pública da Presidência Milton Ribeiro aceitou o convite para assumir o Ministério da Educação nesta sexta-feira (10). 

    Ribeiro e Bolsonaro tiveram duas reuniões nos últimos dias. Na terça-feira (7), eles conversaram por videoconferência. Bolsonaro está no Palácio da Alvorada, em repouso, após diagnóstico positivo para covid-19. 

    PUBLICIDADE

    Às 17h28, Bolsonaro confirmou a indicação de Milton Ribeiro pelas redes sociais. "Indiquei o professor Milton Ribeiro para ser o titular do Ministério da Educação. Doutor em Educac?a?o pela USP, mestre em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e graduado em Direito e Teologia. Desde maio de 2019, e? membro da Comissa?o de E?tica da Preside?ncia da Repu?blica", publicou o presidente. Uma edição extra do Diário Oficial da União oficializou a nomeação.


    Segundo o currículo disponível no site da Comissão, Ribeiro é doutor em educação da USP (Universidade de São Paulo), mestre em direito constitucional pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e especialista em Administração Acadêmica pelo CRUB (Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras) com estágio em Joplin, Universidade do Estado de Kansas. 


    Ribeiro é pastor e atua no Conselho Deliberativo no Instituto Presbiteriano Mackenzie. É ex-reitor em exercício e ex-vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie.  

    Trocas no MEC
    Desde a saída de Abraham Weintraub da pasta, em 18 de junho, alguns nomes foram cotados para assumir o MEC.

    O primeiro nome foi Carlos Decotelli, que chegou a ser nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro, mas não tomou posse, por inconsistências no currículo.

    Depois de Decotelli, Bolsonaro convidou o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, para assumir o cargo, mas Feder recusou o convite no domingo (5).

    Fonte: R7.com
    Edição: Alex Araújo.
    Rádio Mirandense Brasil.
    Voltar

    © 1997-2014  RADIOMIRANDENSEBRASIL.COM

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.