Menu

Rádio

MirandenseBrasil






Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.


    TítuloDomingos Dutra acumula sétima ação por improbidade administrativa na Prefeitura de Paço do Lumiar

    23 ABR 2019
    23 de Abril de 2019
    Escreva aqui seu poApós a ação do dia 9 de abril do Ministério Público do Maranhão sobre licitação irregular para fornecimento de alimentação enteral, o prefeito Domingos Dutra (PCdoB) acumula a sétima ação por improbidade adminstrativa em pouco mais de dois anos como gestor de Paço do Lumiar

    Os dados são do Tribunal de Justiça do Maranhão. Dentre as ações, há processos que citam licitação irregular, desvio de função de servidores e descaracterização de prédios públicos. Confira.

    Licitação irregular para fornecimento de alimentação enteral.
    Decreto para desviar servidores municipais para serem agentes de trânsito, como forma de não realizar concurso para a função.
    Descumprimento do município de Paço do Lumiar de manter o funcionamento do Portal de Transparência.
    Descaracterização da pintura de prédios públicos de Paço do Lumiar.
    Esquema de fraude de documento e contratação de empresa de forma irregular, com dispensa de licitação.
    O prefeito de Paço do Lumiar possui ainda um Mandado de Injunção realizado pelo MP-MA, que alega omissão da Prefeitura em revisar o Plano Diretor de Paço do Lumiar e regulamentar instrumentos urbanísticos, como o Estudo de Impacto de Vizinhança, direito de preempção, concessão de uso para fins de moradia e zonas especiais de interesse social. Dentro desse processo, a Prefeitura foi condenada em fevereiro de 2019 a dar início ao processo de revisão do plano diretor no prazo de seis meses.

    Fora do âmbito do Ministério Público, há também uma Ação Popular ingressada por Eduardo Moraes da Cruz, que cita um processo seletivo dentro da Prefeitura de Paço do Lumiar para o exercício temporário de agente de trânsito.

    Eduardo alega que o processo fere a legalidade, isonomia e moralidade administrativa e pede a nulidade do decreto sobre o seletivo e até o afastamento de Dutra do cargo de prefeito de Paço do Lumiar. Até o momento, a Justiça tem indeferido todos os pedidos.
    www.radiomirandensebrasil.comst
    Voltar

    © 1997-2014  RADIOMIRANDENSEBRASIL.COM

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.

    Clique aqui para editar.